Estado RS discute aquisição de novos equipamentos para o HPS de Canoas

Publicação:  18/05/2024 às 22 hs

O governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (SES), já discute como reequipar o Hospital de Pronto-Socorro de Canoas (HPSC), alagado durante a enchente das últimas semanas. A titular da SES, Arita Bergmann, visitou o município neste sábado (18/5).

A secretária destacou que o governo já conta com um levantamento dos equipamentos perdidos, os quais poderão ser substituídos por meio de doações de hospitais de outros estados para a rede de saúde do Rio Grande do Sul.  

“Precisamos também de um projeto de reforma. Ainda não sabemos se o hospital vai ficar no mesmo lugar ou mudar. Isso vai levar um tempo para ser estruturado, mas já pensamos em possibilidades para garantir os equipamentos”, explicou Arita.

Em reunião com o secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta, Arita também discutiu a possibilidade de reequipar o Hospital Universitário, na Ulbra, onde esteve durante a visita. Na passagem por Canoas, ela ainda conheceu o hospital de campanha montado na Ulbra para atender a população, principalmente os afetados pelas enchentes.

Instalado no último dia 5, o hospital é responsável pelo atendimento diário de 200 pessoas em regime de 24 horas por dia. A equipe é de 65 profissionais – incluindo clínicos gerais, pediatras, emergencistas e os funcionários da enfermagem, entre outros.

“O atendimento é para todo o município de Canoas, então temos a equipe volante que passa nos abrigos, expandindo o trabalho do hospital de campanha”, explicou a coordenadora da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), Juliana Lima de Araújo.

“A nossa representação junto ao Comando Militar do Sul [responsável pela maioria dos hospitais de campanha no Estado] é permanente, e muitos esforços que fizemos tiveram bons resultados”, disse Arita. “Nosso desafio em uma situação de emergência é salvar vidas. Agora, estamos em um segundo momento, de começarmos a ver o que é possível fazer para restabelecer o funcionamento da rede de saúde e o que podemos programar para o futuro.”

Texto: Guga Stefanello/Ascom SES
Edição: Felipe Borges/Secom

 

 

 

=======================================================================

Operação de limpeza das áreas atingidas em Canoas pela enchente inicia nesta segunda-feira

A Prefeitura de Canoas inicia, nesta segunda-feira (20), os trabalhos para limpeza das áreas atingidas pela enchente na cidade. A operação começará pelos bairros São Luís, Mato Grande e Fátima, onde o nível das águas já recuou o suficiente para possibilitar o serviço. Nas demais regiões, a Administração Municipal seguirá monitorando a altura da cheia, para que os locais também passem por limpeza.

Para intensificar o serviço, a Prefeitura realizou a locação emergencial de 40 retroescavadeiras, 120 caminhões caçamba basculante, 10 caminhões garra, duas motoniveladoras e quatro pás carregadeiras, pelo prazo de 90 dias. Também foi assinado um contrato para a locação de 31 motobombas, que ajudarão na retirada das águas de todo o lado oeste da cidade. Essas bombas ficarão à disposição da Prefeitura por 30 dias, a contar da chegada de cada uma.

“Esse é um esforço muito importante para começarmos o trabalho de limpeza das áreas que foram atingidas e, assim, iniciar também a reconstrução da nossa cidade. Para que essa limpeza seja possível, estamos garantindo também essas motobombas, que contam com motores potentes para retirar as águas do lado oeste de Canoas”, frisou o prefeito Jairo Jorge.

Escritório de Comunicação

=======================================================================